Ninguém deverá ser submetido a interferências arbitrárias na sua vida privada, família, domicílio ou correspondência, nem ataques à sua honra e reputação. Contra tais intromissões ou ataques todas as pessoas têm o direito à proteção da lei.
Declaração universal dos direitos humanos artigo 12
SODAJOVEMGUARDA
Deseja a todos os visitantes , um Dia repleto de Felicidades, de Amor e Paz. Que todos nós tenhamos a consciência que o rancor, o ódio, e outros sentimentos mesquinhos a nada levam, apenas corrompem nossa alma. Que tenhamos a Paz de Espírito para o discernimento correto de que estamos fazendo aquilo que é justo e correto para nós e nossos semelhantes. Que tenhamos o prazer de ser útil a alguém. que hoje seja um dia de muitas transformações e realizações para todos, não só no campo material, mas principalmente em nossa alma, em nosso "eu" interior. Desejo que todos tenham o que for justo, belo, sereno e louvável ao olhos do criador. Que neste dia os anjos desçam do céu e iluminem o seu sorriso para que ele se torne tão sincero quanto o sorriso de uma criança. E que você transmita a paz e o amor a todos aqueles que se aproximarem de você. A melhor história é aquela se faz hoje... Lembranças nem sempre são fáceis, assim como águas passadas, não movem moinhos. Sonhos se realizam sim, mas não sem suor, ou sem muitas lágrimas. Por melhor ou pior que seja, qualquer data é uma mera lembrança, porque mesmo que real, também já passou. A vida se dá hoje, no sonho em que construímos diariamente.
Tenha um bom dia!!!!



Grandes Sucessos de Wilson Miranda

Wilson Antonio Chaves de Miranda nasceu em Itápolis (SP) e começou sua carreira no final dos anos 50, como crooner de um conjunto de jazz. Em 1960 assinou contrato com a Rádio Tupi e passou a cantar rock-balada. Apesar de não ter sido bem recebido pela crítica, Wilson conseguiu sucesso comercial com músicas como "Alguém É Sempre Bobo de Alguém" e "Bata Baby". Em 1965 gravou "Tempo Novo", disco que lhe rendeu muitos prêmios. Mesmo assim, nos anos seguintes deixou a carreira de cantor em segundo plano, atuando como produtor em discos de Nelson Gonçalves, Bendegó, Banda de Pífanos de Caruaru, Originais do Samba, Célia, Vanusa, Marília Medalha, entre outros. Em 1978 voltou a gravar, dessa vez com um repertório mais voltado para a música popular brasileira, afastando-se definitivamente da imagem de roqueiro do início de sua carreira.


Nenhum comentário:

Você Pode Gostar